MINISTÉRIO DA EUCARISTIA

MINISTÉRIO DA EUCARISTIA

 

 A função dos Ministros da Eucaristia e da Palavra consiste na distribuição da comunhão nas missas, na celebração de cultos, quando da ausência do padre, em levar a comunhão aos doentes, na celebração de batismos de emergência, as Exéquias, também chamada de Celebração da Esperança (celebração pelos mortos) e celebração de Adoração ao Santíssimo Sacramento.

Quanto à distribuição da Comunhão nas missas, existe uma escala dos dias da semana, na qual cada ministro atua, segundo sua disponibilidade.

O trabalho dentro dos setores consiste no acompanhamento dos doentes, visitas de pêsames, assistência espiritual, quando necessária ou solicitada, encaminhamento ao Sacramento da Penitência e Unção dos Enfermos.

O atendimento aos enfermos não se limita em levar a Eucaristia no domicílio. Os ministros procuram ser uma presença de fé e esperança para o doente, levando-lhe a Palavra de Deus, uma palavra de ânimo e, sobretudo, afeto. Geralmente o atendimento se estende à família do enfermo quando esta participa das orações e reflexões.

O ministro procura também animar e encorajar os familiares no sentido de manterem a fé e a coragem, na fase difícil que atravessam.

Há também a animação dos setores nos “tempos fortes” da Igreja: Quaresma, Páscoa, Festa do Padroeiro, Natal, quando os ministros promovem novenas, Via Sacras e orações nas casas, sempre com encerramento coletivo na Igreja.

Durante todo o ano, há a recitação do terço e reflexões em todos os setores. Os ministros se reúnem regularmente em Adorações do Santíssimo Sacramento, para reuniões de avaliação e de aprofundamento.

Na medida do possível, dentro da capacidade e disponibilidade de cada um, os ministros procuram ser um apoio, um servidor, um irmão para o padre e para toda a comunidade.