Orações Católicas

Orações Católicas Orações Católicas

O sinal da cruz

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém
 
Glória ao Pai
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
 
Pai-nosso
Pai Nosso, que estais nos céus,
santificado seja o Vosso nome;
venha a nós o Vosso Reino,
seja feita a Vossa vontade,
assim na terra como no céu;
o pão nosso de cada dia nos dai hoje;
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido;
e não nos deixeis cair em tentação,
mas livrai-nos do mal. Amém.
 
Creio: símbolo dos apóstolos
Creio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra.
E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor,
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo;
nasceu da Virgem Maria;
padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado.
Desceu à mansão dos mortos;
ressuscitou ao terceiro dia,
subiu aos céus;
está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso,
donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo;
na Santa Igreja Católica;
na comunhão dos santos;
na remissão dos pecados;
na ressurreição da carne;
na vida eterna.
Amém.
 
Ave-Maria
Ave, Maria, cheia de graça, 
o Senhor é convosco, 
bendita sois Vós entre as mulheres, 
e bendito é o fruto do Vosso ventre, Jesus. 
Santa Maria, Mãe de Deus, 
rogai por nós pecadores, 
agora e na hora da nossa morte. 
Amém.
 
Angelus
- O anjo do Senhor anunciou a Maria...
- E ela concebeu do Espírito Santo.
Ave, Maria...
 
- Eis aqui a serva do Senhor...
- Faça-se em segundo a vossa palavra.
Ave, Maria...
 
- E o verbo se fez carne...
- E habitou entre nós.
Ave, Maria...
 
- Rogai por nós, santa Mãe de Deus...
- Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
 
OREMOS: Infundi, Senhor, em nossas almas, a Vossa graça, para que nós que conhecemos pela Anunciação do Anjo a Encarnação de Jesus Cristo, Vosso Filho, cheguemos por sua Paixão e Cruz à glória da Ressurreição. Por Cristo, Nosso Senhor.
Amém.
 
 
Oração penitencial
Confesso a Deus todo-poderoso
e a vós, irmãos e irmãs,
que pequei muitas vezes
por pensamentos e palavras,
atos e omissões,
por minha culpa, minha tão grande culpa.
E peço à Virgem Maria,
aos anjos e santos
e a vós, irmãos e irmãs,
que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor.
 
Glória
Glória Deus nas alturas,
e paz na terra aos homens por ele amados.
Senhor Deus, rei dos céus,
Deus Pai todo-poderoso:
Nós vos louvamos,
Nós vos bendizemos,
Nós vos adoramos,
Nós vos glorificamos,
Nós vos damos graças
Por vossa imensa glória.
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito,
Senhor Deus, Cordeiro de Deus,
Filho de Deus Pai.
Vós que tirais o pecado do mundo,
Tende piedade de nós.
Vós que tirais o pecado do mundo,
Acolhei a nossa súplica.
Vós, que estais à direita do Pai,
Tende piedade de nós.
Só vós o Santo,
Só vós, o Senhor,
Só vós, o Altíssimo,
Jesus Cristo,
Com o Espírito Santo,
Na Glória de Deus Pai
 
Santo
Santo, Santo, Santo,
Senhor, Deus do universo!
O céu e a terra proclamam a vossa glória.
Hosana nas alturas! Bendito o que vem
Em nome do Senhor! Hosana nas alturas!
 
Cordeiro de Deus
Cordeiro de Deus,
que tirais o pecado do mundo,
tende piedade de nós.
Cordeiro de Deus,
que tirais o pecado do mundo,
tende piedade de nós.
Cordeiro de Deus,
que tirais o pecado do mundo,
dai-nos a paz.
 
Magnificat
A minha alma engrandece ao Senhor,
E se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,
pois, ele viu a pequenez de sua serva,
Desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.
O poderoso fez por mim maravilhas
E Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
Chega a todos que o respeitam.
Demonstrou o poder de seu braço,
Dispersou os orgulhosos.
Derrubou os poderosos de seus tronos
E os humildes exaltou.
De bens saciou os famintos,
E despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
Fiel ao seu amor.
como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no principio, agora e sempre.
Amém.
 
Benedictus (Cântico de Zacarias)
Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
Porque a seu povo visitou e libertou;
e fez surgir um poderoso Salvador na casa de Davi, seu servidor,
como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,
para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.
Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
Recordando a sua santa aliança
e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,
a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.
Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,
anunciando ao seu povo a salvação,
que esta na remissão de seus pecados,
pela bondade, e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o sol nascente,
para iluminar a quantos jazem entre as trevas,
e na sombra da morte estão sentados
e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre.
Amém.
 
Nunc dimittis (Cântico de Simeão)
Deixai, agora vosso servo ir em paz,
Conforme prometestes, ó Senhor.
Pois meus olhos viram vossa salvação
Que preparastes ante a face das nações:
uma luz que brilhará para os gentios
e para a glória de Israel, o vosso povo.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre.
Amém.